quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Tropa de Elite 2 - O inimigo agora é outro

Sinopse:
Nascimento, 10 anos mais velho, cresce na carreira: passa a ser comandante geral do BOPE e, depois, sub secretário de inteligência. Em suas novas funções, Nascimento faz o BOPE crescer e coloca o tráfico de drogas de joelhos, mas não percebe que ao fazê-lo, está ajudando seus verdadeiros inimigos: policiais e políticos corruptos, com interesses eleitoreiros. Agora os inimigos de Nascimentos, são bem mais perigosos.
---

Assisti o filme agora, dia 18 - feriado em Fortaleza pelo dia dos comerciantes. Já fazia um tempinho (desde a estréia..rs) que queria assistir, mas as filas estavam enormes... então paciência. Na segunda (18), saí cedo com o marido e almoçamos no shopping e finalmente conseguimos pegar um bom lugar na fila pra poder assistir o filme. Nossa, como valeu!
O filme é só ação... Logo de cara você fica hipnotizado pelas cenas. Nesse filme, como o nome já diz "o inimigo agora é outro", Nascimento descobre e combate inimigos que ele não achava que existisse. A cortina se abre e ele percebe 'o sistema' ainda maior... uma grande rede de corrupção. Achei o tema muito bem trabalhado, envolvente e que me fez pensar muito no que farei no dia 31 de outubro....
No Tropa de Elite 2, o universo político é visto de outra forma... Confesso que a corrupção mostrada era tanta que eu ficava meio perdida, tipo 'quem é que tá falando a verdade?'. Como os inimigos são, além dos policiais, alguns políticos, fiquei pensando como é que deixaram passar esse filme em pleno ano de eleição presidencial... Tudo bem que é uma obra ficticia mas... fala sério, será que é tão fictício assim?! Eu tô numa dúvida medonha se devo votar em alguém... Queria ter visto o filme antes pra ter revisto os motivos de votar em quem votei... A verdade é que por mais que procuremos saber a respeito dos candidatos, nunca saberemos de tudo, a muito podre debaixo de tanta maquiagem e boa pose. O filme me fez pensar no 'sistema'... nas pessoas boas que são forçadas a fazer coisas ruins, inlícitas, para não perder o emprego e a vida... Fico pensando no que Jesus faria se vivesse no mundo de hoje, se Ele viesse pro Brasil!
Voltando aos aspectos técnicos e fingindo que tudo foi apenas um filme de ficção e que qualquer semelhança é mera coincidência, adorei as cenas, a história, a narração do Wagner Moura como Nascimento... e poxa, queria que essa história virasse uma trilogia!
Outra coisa: na minha opnião, e de alguns amigos também, o coronel Nascimento é o herói brasileiro da atualidade. Um homem que combate o crime, seja qual for sua natureza, com as próprias mãos e não mede, realmente, sacrifícios para acabar com ele.
Filme super indicado!

Nota: 10

Té mais gente.

2 comentários:

Laís Doce disse...

Ainnnn...assim vc me mata!!! kkkk To doida pra assistir e passo em frente ao cinema todo dia...e ele ta lá...me olhando!!! A sua resenha me dexou com mais vontade ainda!

Cíntia Mara disse...

Acredita que eu não vi nem o primeiro? rsrsrs

Pelo jeito que você falou, fiquei com vontade. Mas acho que quero ler os livros antes.

Bjos